Elaborando Seu Pitch de Alto Impacto

Afinal... O que é um Pitch?

Fazer um pitch é construir uma apresentação de aproximadamente 3 minutos sobre o seu negócio, mostrando atributos, benefícios e tudo que ele tem de bom e diferente, seja um produto, serviço ou projeto. Ou seja, trata-se de convencer alguém (Cliente e Investidor) em pouquíssimo tempo que um produto vale a pena de ser conhecido, receber investimentos, confiança e a atenção do público.

A Importância do Pitch para sua Empresa

Vamos supor que você esteja voltando pra casa depois de um dia normal de trabalho, e ao entrar no elevador se depara com um representante de uma grande firma de investimentos. Esta é sua chance de ouro, afinal, do que adianta ter um produto super inovador, que tenha um ótimo custo-benefício e que realmente será útil para o público, se você não sabe apresentar a mercadoria e “vender o peixe”? Sua situação é: Você tem um minuto para despertar o interesse de um “estranho” a adquirir ou investir em seu produto ou serviço. Como vai encantar esta pessoa, que nunca ouviu falar da sua história ou da qualidade do seu trabalho, a pagar pela sua mercadoria? Saber vender uma ideia rapidamente e causar uma boa impressão é fundamental para obter sucesso e conquistar o mercado. Agora que você já sabe o que é e a importância, hora de colocar a mão na massa.

Elementos que Compõem um Bom Pitch

1. Boa Oratória

O segredo é mostrar o que você pode oferecer ao outro, despertar o sentimento de oportunidade no interlocutor.

2. Flexibilidade

Lembrar que ao abordar pessoas, apesar do conteúdo ser o mesmo, cada interlocutor, cada ser humano que está do outro lado é uma pessoa diferente, isto é, tem um estilo diferente, uma maneira diferente de ver o mundo. Isso significa que sua abordagem exige uma certa personalização, nada muito complexo, afinal temos pouco tempo. O investidor ou cliente percebe o “modo robô”

3. Postura

É imprescindível se apresentar com uma postura adequada: olhar no olho, ficar de frente para o interlocutor, mostrar segurança, ter coragem de discordar do interlocutor, com respeito obviamente e ouvir as objeções, não interrompa a pessoa (Por favor).

4. Muito Treino

É importante treinar muitas vezes a apresentação do seu negócio, se apresente em frente ao espelho e observe seus gestos, expressões faciais. Pontos de vistas diferentes do seu sempre podem acrescentar em alguma coisa, por isso, solicite feedbacks de pessoas próximas ou até mesmo desconhecidas para garantir a imparcialidade.

Quais Informações Devem Ser Expostas?

1. Antes de tudo, se apresente

Primeiramente, inaugure a conversa se apresentando. Nome, de onde é (empresa e local) e cargo.

2. Mercado de atuação (identificar oportunidade)

Muitas vezes, o interlocutor não sabe qual a situação do mercado que seu projeto se encontra, sendo necessário contextualizar o mercado. Mostre para o cliente a deficiência que você identificou, o porquê de Você ter visto uma oportunidade neste segmento.

3. Solução destacando os grandes diferenciais

Saber o seu tipo ideal de empreendedorismo é essencial para apresentar como o seu serviço/produto vai resolver o problema apresentado através de seus diferenciais.

Lembrando que diferencial não é somente ser diferente, é necessário ter vantagem competitiva, isto é, ter aquilo que seus concorrentes têm dificuldade de oferecer. Porque eu vou ser mais eficiente que os concorrentes que estão no mercado? Essa é a pergunta que seu diferencial deve responder.

4. O que está buscando?

Ter em mente o que está buscando/precisando. É dinheiro? Se sim, quanto preciso? Seja direto e convicto.

E se por acaso o investidor perguntar o quanto você precisa e você não estiver preparado pra isso? vai tentar dar um “jeitinho” na hora? “não sei, entre 10 e 50 mil”. Existe o risco de afetar toda a confiança que conquistou.

E aí, gostou? Hora de elaborar o pitch da sua atual ou futura empresa.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OK